Como será a reurbanização da Orla de Balneário Camboriú?

reurbanização da Orla de Balneário Camboriú

Balneário Camboriú, conhecida como a “Dubai brasileira”, é famosa por seus arranha-céus luxuosos e seu metro quadrado extremamente valorizado. Enfim, com a expectativa de valorização de até 20% dos edifícios que contornam a orla após a revitalização, a cidade está prestes a se tornar ainda mais atrativa para investidores e moradores. Neste blog, exploraremos em detalhes como será a reurbanização da orla de Balneário Camboriú e o que isso significa para a cidade.

O Projeto de reurbanização da Orla de Balneário Camboriú

O projeto de revitalização da orla de Balneário Camboriú é ambicioso e abrangente. Ou seja, com um investimento estimado em R$ 300 milhões, a iniciativa visa transformar a faixa costeira da cidade em um deslumbrante parque à beira-mar. A reurbanização do Parque Orla é a segunda etapa da obra de alargamento da faixa de areia da Praia Central, que ocorreu em 2021.

Impacto Econômico e Imobiliário

O prefeito Fabrício Oliveira destaca a relevância da revitalização da orla para o desenvolvimento da cidade. Enfim, ele afirma que a orla está localizada no principal corredor econômico de Balneário Camboriú, e sua valorização terá um impacto significativo tanto na economia quanto no mercado imobiliário local. Ou seja, a cidade já possui o metro quadrado mais caro do Brasil, com um valor médio de R$ 12.575. Com a inauguração da orla revitalizada e a esperada valorização de 20%, esse valor pode chegar a R$ 15.090 por metro quadrado.

Detalhes do Parque Orla

O Parque Orla terá uma extensão de 250 mil metros quadrados e será dividido em 18 trechos. Enfim, o primeiro trecho, localizado na Barra Sul, já teve as obras iniciadas em novembro. Ou seja, o planejamento das obras leva em consideração a minimização de impactos no trânsito e na mobilidade de ciclistas e pedestres durante a temporada.

A expectativa é que toda a orla esteja revitalizada até o final de 2024, com a possibilidade de execução simultânea de trabalhos em diferentes trechos. A prefeitura está trabalhando para credenciar construtoras que desejam ser parceiras na reurbanização, que está sendo realizada por meio de outorgas onerosas. Isso significa que construtoras interessadas em aumentar o número de andares de prédios, por exemplo, podem optar por realizar a obra de um dos trechos em vez de pagar pela área à prefeitura.

O projeto de reurbanização da Orla de Balneário Camboriú em detalhes

A nova orla terá 30 metros de largura e contará com 1.820 árvores distribuídas em canteiros e jardins. A preservação ambiental é uma prioridade, com uma árvore a cada 137 metros quadrados de reurbanização, incluindo palmeiras, arbustos e vegetação nativa.

O espaço de lazer será um destaque, com 12 playgrounds equipados com 53 brinquedos, seis áreas para animais de estimação, 10 canchas de bocha, quatro academias ao ar livre e 16 estações de alongamento. Haverá também suporte para banhistas, com guarda-sóis, cadeiras e gelo, além de um campo de futebol.

O projeto inclui a instalação de decks de acesso à praia a cada 150 metros, totalizando 38 estruturas, juntamente com seis rampas acessíveis. A orla contará com 37 chuveiros, 245 paraciclos, 133 postes de iluminação LED na areia e 11 pontos de ônibus. O mobiliário urbano será moderno e funcional, com bancos modulares iluminados, mesas com cadeiras, bancos orgânicos, postes viários e mobiliários urbanos para informações.

Segurança e Infraestrutura no projeto de reurbanização da Orla de Balneário Camboriú

A segurança pública também é uma prioridade no projeto, que prevê a instalação de 237 câmeras de monitoramento em toda a extensão da orla. Haverá pontos de apoio com presença da Polícia Militar e da Guarda Municipal, garantindo a segurança dos moradores e visitantes.

Para manter a orla limpa e organizada, serão distribuídas 878 lixeiras pelo calçadão, acesso à praia e quiosques, além de 270 unidades de contentores subterrâneos pela orla, agrupadas em seis unidades para cada travessia, com capacidade para mil litros por unidade.

Além da revitalização estética, o projeto inclui um sistema de macrodrenagem para controlar o fluxo das águas pluviais, minimizando alagamentos e erosão do solo. Esse sistema visa garantir o uso eficiente dos recursos hídricos, promovendo a segurança e a qualidade de vida das comunidades locais. A obra de macrodrenagem, com um valor estimado de até R$ 80 milhões, está prevista para começar nos primeiros meses de 2024 e abrangerá 75% da orla, dividida em dois trechos.

A Valorização do Metro Quadrado de Balneário Camboriú

Balneário Camboriú lidera o ranking das cidades com o metro quadrado mais caro do Brasil, com um valor médio de R$ 12.575 por metro quadrado, e uma valorização imobiliária de 11,43% nos últimos 12 meses. Com a inauguração da orla revitalizada e a possível valorização de 20%, o metro quadrado da cidade poderá atingir R$ 15.090.

Conclusão

A reurbanização da orla de Balneário Camboriú é um projeto ambicioso que promete elevar ainda mais o status da cidade como um dos destinos mais exclusivos e valorizados do Brasil. Com uma infraestrutura de classe mundial, um ambiente à beira-mar deslumbrante e investimentos significativos, essa revitalização está destinada a transformar Balneário Camboriú em um verdadeiro paraíso urbano. Os moradores e visitantes poderão desfrutar de um ambiente seguro, moderno e repleto de opções de lazer, contribuindo para o contínuo crescimento econômico e imobiliário da região.

Leia também

Conheça os imóveis à venda

Open chat
Você quer os melhores Imóveis?
Olá 👋
Como posso te ajudar?